quinta-feira, 24 de maio de 2012

Acordei assim...

Quero tudo novo de novo. Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais.
Viajar até cansar. Quero sair pelo mundo. Quero fins de semana de praia. Aproveitar os amigos e abraçá-los mais. Quero ver mais filmes e comer mais pipoca, ler mais. Sair mais. Quero um trabalho novo. Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto. Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz. Quero dançar mais. Comer mais brigadeiro de panela, acordar mais cedo e economizar mais. Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais. Pensar mais e pensar menos. Andar mais de bicicleta. Ir mais vezes ao parque. Quero ser feliz, quero sossego, quero outra tatuagem. Quero me olhar mais. Cortar mais os cabelos. Tomar mais sol e mais banho de chuva. Preciso me concentrar mais, delirar mais.
Não quero esperar mais, quero fazer mais, suar mais, cantar mais e mais. Quero conhecer mais pessoas. Quero olhar para frente e só o necessário para trás. Quero olhar nos olhos do que fez sofrer e sorrir e abraçar, sem mágoa. Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa. Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão. Quero aceitar menos, indagar mais, ousar mais. Experimentar mais. Quero menos “mas”. Quero não sentir tanta saudade. Quero mais e tudo o mais.
“E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha".
Fernando Pessoa

16 comentários:

  1. Você sente medo de que? Talvez possa te dar umas dicas ;)
    Dorme bem,Kelly.

    Boa noite,
    Luise

    ResponderExcluir
  2. Luise tb passo o mesmo que vc, enfrento a Convencao de Haya ha dois anos e sinto medo todos os dias... Queria que existisse uma rede de apoio pra nos maes que vivenciamos essa historia, muita forca! um beijo
    Mariana

    ResponderExcluir
  3. vou torcer muito para que esta criança permaneça com o pai, por ser o melhor para ele e não para vc. legalmente e por justiça divina ele "continuará" onde nasceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tao corajosa que nem o nome publica. Filho deve ser criado pela mae. E legalmente Luise esta correta. Fique sabendo que juiz nenhum tira a guarda de um filho de uma mae, so' em casos extremos. Por justica divina voce ira se arrepender dessas palavras monstruosas. Tenho certeza que voce nao e' mae.

      Excluir
    2. Meu filho nasceu no Brasil.

      Excluir
  4. Desejar mais é a força que os Homens possuem para mover grandes montanhas. Torço por você!

    ResponderExcluir
  5. Luise,

    Sua história me tocou fundo. Eu queria poder ajudá-la de forma concreta, mas infelizmente a única ajuda que posso dar a você são minhas palavras de incentivo e carinho para que você JAMAIS desista.
    Sei muitíssimo bem o que é ter a vida em suspenso aguardando uma decisão da justiça. Vivi isso por alguns anos, por motivo diferente do seu, é verdade, mas ainda assim me identifiquei com o sofrimento e a dor pela qual você passou. Assim como você, eu também tenho uma doença que as pessoas ao me verem na rua não sabem porque ela não é aparente ou visível. Mas ela existe e recebi o diagnóstico. Enfim...não vou me alongar muito nesse assunto em seu blog. É algo muito particular. Se você quiser, podemos conversar por outro meio (email ou facebook por exemplo). Acho sempre muito válido e um grande aprendizado compartilhar experiências e histórias de vida com outras pessoas. De certa forma, estamos evoluindo e aprendendo com isso. Sem contar que o coração fica um pouco mais leve, acho.
    Enfim...que minhas palavras de carinho, força e incentivo cheguem ao seu coração e que você continue firme, de cabeça erguida, lutando por seu direito incontestável de ter seu filho junto a ti. Você vai conseguir!
    Um beijo carinhoso,
    Lud.

    ResponderExcluir
  6. Torço muito por você e para que você fique com seu filho, estou grávida pela primeira vez e já não me imagino sem a minha pequena. Assim como você divido isto no meu blog, a cada semana conto como está sendo esse período completamente novo pra mim e também conto com o apoio das leitoras.
    Que Deus abençoe você imensamente e que em breve, assim como eu, você possa ter seu pequeno em seus braços!
    Tudo de bom!
    Beijos

    http://meribriao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Esse texto é lindo, Luise. É uma sede de vida!

    Se quiser visite meu blog onde deixo alguns textos legais, acho que poderá gostar.
    http://www.elamanuscrita.blogspot.com.br/

    Boa noite,
    Nina

    ResponderExcluir
  8. Luise, creia que você é mais que vencedora em Cristo Jesus, e sua história ainda não acabou, a Palavra final quem dá é o Senhor, seu DEUS ... Creia que tudo já deu certo amada... Sua História é linda e tem sabor de VITÓRIA ... Querida vai dá tudo certo !!

    ResponderExcluir
  9. Luise,

    Sou da TV Mundi e gostaria de conversar com você. Por favor me mande seus contatos para o e-mail: vanessa.labuto@tvmundi.com.br
    Beijos e fique com Deus,
    Vanessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qiuerida /vanessa, me manda o seu email para: luisewischermann@gmail.com e um # para que eu possa te ligar.

      Um beijo,

      Luise

      Excluir
  10. Querida Vanessa, me mande o seu email e # para: luisewischermann@gmail.com e nos falamos,ok?

    Beijo,

    Luise

    ResponderExcluir
  11. Oi luise! Tenho visitado seu blog. Mesmo de muito longe estou sempre torcendo por você. Que Deus a abençoe e lhe força para continuar lutando por seu filho. Tudo de bom.

    ResponderExcluir